Moro é copernicano

“A Lava Jato é uma revolução copérnica na criminalidade do País”.

A frase é de René Ariel Dotti, advogado da Petrobras, em entrevista ao Estadão:

“Nunca houve uma investigação desse tipo, nunca houve um judiciário federal com essa disposição, como o doutor Sergio Moro. Considero uma mudança tão grande de paradigma, que podemos chamar de uma revolução copérnica da Justiça criminal brasileira.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Na capa da revista CartaCapital (lida por universitários e professores — kuá, kuá, kuá), o Sr. Sérgio Moro está como uma espécie de “MENDIGO” do Brasil 🇧🇷 Colônia…

    Tentam desqualificar o juiz inteligente e sábio. Corajoso, inclusive.

    A capa dessa CartaCapital (revista truculenta & perigosa) tenta também desqualificar o 7 de setembro. Sobre o cavalo 🐴 está Michel Temer.

  2. Ler mais 10 comentários
    1. Na capa da revista CartaCapital (lida por universitários e professores — kuá, kuá, kuá), o Sr. Sérgio Moro está como uma espécie de “MENDIGO” do Brasil 🇧🇷 Colônia…

      Tentam desqualificar o juiz inteligente e sábio. Corajoso, inclusive.

      A capa dessa CartaCapital (revista truculenta & perigosa) tenta também desqualificar o 7 de setembro. Sobre o cavalo 🐴 está Michel Temer.

    2. A HISTÓRIA DO BRASIL SEMPRE SERÁ LEMBRADA, PARA O RESTO DA VIDA, COMO UM DIVISOR DE ÁGUAS: “ANTES DE MORO E FORÇA TAREFA E DEPOIS DE MORO E FORÇA TAREFA….”
      E NÃO PODEMOS ESQUECER DE QUE O ANTAGONISTA TAMBÉM… PORQUE O TRABALHO DE VOCÊS É BRILHANTE COMO JORNALISTAS INVESTIGATIVO ….
      PARABÉNS MOÇADA… OBRIGADO!!!

    3. Infelizmente, considerando a manobra que está sendo tramada no STF, para alterar a jurisprudência a respeito da possibilidade da prisão de “bandidos de estimação” já na 2ª Instância, alterando-se o entendimento para a necessidade de confirmacao da condenação na 3ª Instância (STJ), todas as condenações de agora irão virar pó, em virtude de recursos protelatórios que se estenderão ao longo dos anos.

    4. Antes de Moro, depois de Moro. Assim será nossa história.
      Vcs não acham que joesley está vendendo rápido demais suas empresas, elas não deveriam estar sob investigação? Depois de vendidas difícil recuperar provas e documentos. O mesmo com a privatização das estatais.
      (Difícil de ler os posts, o cabeçalho do site ocupa 1/3 da tela, e propaganda 2/3… Fica uma mísera linhazinha do post, tem que acertar o dedo lá certinho, senão abre a propaganda.)

    5. No afã de estar bem com o poder e agradar as canetas de plantão assistimos a uma perniciosa babação de ovos abençoando os erros que se sucederam, impunes e faceiros , sob o inexplicável olhar da justiça tão diferente antes da firme e descomprometida atuação do MOro , exceto com a lei .