Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Moro e o povo

O ex-juiz, agora na vida partidária, terá de desenvolver ou aprimorar habilidades próprias da política (e da vida). Por exemplo: cumprimentar as pessoas
Moro e o povo
foto: Daniel Medeiros/O Antagonista

Sergio Moro (foto) já melhorou a oratória, está visivelmente mais leve, menos travado. E tem, realmente, demonstrado ânimo para encarar a corrida presidencial.

Um senador do Podemos costuma dizer que “o pior já passou”, referindo-se ao fato de o ex-juiz ter aceitado o desafio de entrar para a política partidária e se colocar à disposição para disputar a Presidência da República em 2022.

No entanto, até o início da campanha para valer, Moro ainda terá de desenvolver ou aprimorar outras habilidades próprias da política (e da vida). Por exemplo: cumprimentar as pessoas.

Nos anos de magistratura, pela característica do trabalho, Moro se acostumou a ser mais reservado. Com a Lava Jato, passou a andar cercado de seguranças e sempre desconfiado. Uma pessoa próxima do ex-juiz disse que, como político, ele ainda está na fase de “vencer o medo” dos outros, sobretudo em locais públicos.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....