Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Moro estende por seis meses uso da Força Nacional na Penitenciária Federal de Brasília

Moro estende por seis meses uso da Força Nacional na Penitenciária Federal de Brasília
Brasilia - Condenados da Ação Penal 470, trazidos pelo avião da Polícia Federal (PF), foram levados para o complexo penitenciário da Papuda, no Distrito Federal

Sergio Moro prorrogou até 4 de setembro a atuação da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) nas ações de policiamento de guarda e vigilância da Penitenciária Federal de Brasília.

As tropas atuam no presídio desde fevereiro de 2019. A penitenciária, considerada de segurança máxima, possui 208 celas.

A decisão de Moro ocorre em meio a desgaste com o governo do DF, que chegou a acionar o STF para tirar líderes de facções do presídio. Ontem, Sergio Moro e Fernando Azevedo e Silva visitaram a penitenciária federal de Brasília. “Conta ela [a penitenciária], preventivamente, com o apoio das Forças Armadas na segurança. Presídios federais desde 2006 sem celulares, sem rebeliões e sem fugas”, escreveu Moro no Twitter.

Roberto Barroso negou pedido do governo local para transferir da Penitenciária Federal de Brasília chefes de facção criminosa, com o traficante Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola.

Segundo o ministro, a transferência de presos perigosos para a unidade prisional de Brasília de forma discricionária não se mostra desarrazoada ou arbitrária.

Barroso nega transferir chefes de facções de presídio em Brasília

O NOVO BOTE EM MORO. Leia aqui
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO