ACESSE

Moro: "Foi constatada no Brasil uma tradição de impunidade"

Telegram

Enquanto o advogado Antonio Claudio Mariz de Oliveira defendeu que “corrupção não se vence com a cadeia”, o juiz Sergio Moro aproveitou a oportunidade no fórum do Estadão para, com sua clareza, reafirmar, por óbvio, que defende o direito de defesa.

“Não creio que ninguém tenha advogado por supressão de direito de defesa, por tratar o acusado como criminoso. O que ocorre é que foi constatada no Brasil uma tradição de impunidade em relação a determinado tipo de criminalidade, o da grande corrupção.”

Ele acrescentou:

“Diagnosticada essa questão, o que se defende é que seja alterado o sistema, não para que todos sejam punidos, mas para que, mediante o devido processo, não haja impunidade. O que se verificava não era excesso de punição, era impunidade. Evidentemente, ninguém defende que não se trabalhe no âmbito dos direitos fundamentais, inclusive do acusado, seja ele culpado ou inocente.”

Comentários

  • Oliveira -

    Fico com a opinião do adEvogado. Nada de cadeia, bala na nuca para todos e, como é "fenômeno social", para que advogado? Sejam assistidos por um padre, pai-de-santo, guru ou coisa que o valha e por um sociólogo, gratuitamente, antes da aplicação da pena capital.

  • FIGUEIREDO -

    Dr Sergio Morro , o Sr aniquilou um plano de perpetuação no poder destes esquerdistas latino americanos analfabetos e ladroes . Em 1964 foi preciso todo o aparato das forças armadas par a derrotar os vagabundos . Desta vez só o Sr e os procuradores os botaram pra fora .

  • Ronaldo -

    Se parassem de roubar o Brasil nos tres poderes, sobrariam mais 40% de toda receitas dos impostos, eles roubam com força dos vereadores da cidades pequenas ate o Pres. da Republicas, não sobra um, metem a mão no dinheiro publico, tem mudar nossas leis para mais duras.

Ler 23 comentários