ACESSE

Moro intima Vaccarezza por vaquinha

Telegram

Sergio Moro mandou intimar Cândido Vaccarezza após o ex-deputado –ex-PT, atualmente no Avante– criar uma lista no WhatsApp para arrecadar valores para sua campanha, informa o Estadão.

Investigado e preso na Lava Jato no ano passado, Vaccarezza deixou a prisão, mas não quitou a fiança de R$ 1,5 milhão imposta pelo juiz federal, alegando “insuficiência financeira”.

“Notícia publicada no jornal O Estado de S. Paulo revela que o investigado tem mantido intensa agenda política e que é pré-candidato”, escreveu Moro.

Para o juiz, “tais informações podem ser relevantes para decidir a questão pendente” –a da multa não paga.

 

Comentários

  • Veja -

    https://youtu.be/uoPS2ypY5xs

  • Brasil -

    E depois não entendem porque alguns devem ser trancafiados já na primeira instância.

  • Gilberto -

    Agora em Outubro, MILHÕES de CPF serão utilizados INDEVIDAMENTE, e o TSE não vai fiscalizar NADA, não consegue, está APARELHADO pelos CORRUPTOS. Tanto que exemplo não nos falta, em 2014 a LAVA JATO desnudou além dos CANDIDATOS, desnudou os PARTIDOS, que pela LEI tem seu REGISTRO cassado.

Ler 19 comentários