ACESSE

Moro: “Lawfare é conversa de criminoso”

Telegram

Como publicamos, uma videoconferência da Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires que contaria com a participação de Sergio Moro foi cancelada de última hora após pressão de políticos e acadêmicos kirchneristas, que acusam o ex-ministro da prática de lawfare contra Lula.

Em entrevista ao La Nación, Sergio Moro afirmou que “lawfare é conversa de criminoso que busca se defender”.

“No fundo, como não têm como questionar as provas, é muito fácil invocar perseguição política como defesa quando não tem como se defender. [Na Lava Jato] Foram condenados empresários que pagaram subornos, diretores das empresas estatais que receberam subornos e políticos, tanto da direita quanto da esquerda.”

Leia também: Os negócios de Lulinha: não tem crise para o 'Fenômeno'

Comentários

  • Roberto -

    Impressionante como ainda perdura esse discursinho ridículo de Lula perseguido. Haja culhão...

  • JORGE -

    Bandidos unidos, da esquerda e da direita, contra o Brasil. Ontem lulistas, hoje bolsonaristas. Tem alguma diferença? TEM. Estes são muitos piores incitando uma guerra civil.

  • Leonardo -

    Não achei nenhuma condenação aos políticos do PSDP.

Ler 194 comentários