Moro não está mais sozinho

O juiz Sergio Moro, num evento organizado pela Economist, o Brazil Summit, citou a decisão de sua colega Célia Regina Ody Bernardes, que permitiu as buscas nas empresas Lulinhazinho, como um sinal positivo:

“Esses casos (da Lava Jato) influenciam, positivamente. Ontem mesmo teve a decisão de uma colega juíza que pareceu importante”.

Faça o primeiro comentário