Moro não exclui ligação de assassinato de empresário com Lava Jato

Sérgio Moro pediu que o MPF se manifeste em até cinco dias sobre o assassinato a tiros do empresário José Roberto Soares Vieira, na Bahia, em 17 de janeiro, informa Fausto Macedo.

Conforme O Antagonista lembrou, o depoimento de Vieira ajudou a força-tarefa da Lava Jato a rastrear pagamentos ao ex-gerente da Transpetro José Antonio de Jesus.

“Infelizmente, há notícia muito grave do assassinato do acusado José Roberto Soares Vieira em 17 de janeiro no curso da ação penal, o que ainda está em apuração”, escreveu o juiz federal.

“Não se pode excluir a possibilidade de que o homicídio esteja relacionado a esta ação penal, já que, na fase de investigação, o referido acusado aparentemente confessou seus crimes e revelou crimes de outros”, acrescentou Moro.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler comentários
  1. fernando IX disse:

    Exatamente, a POLICIA FEDERAL tem que entrar no caso , porque se depender da polícia baiana que é comandada pelo PT , esse crime não vai ser solucionado nunca.

  2. André (Direita Massiva) disse:

    Cara! E quando o caso do Celso Daniel será investigado pela Lava Jato? Não pode ficar assim!

    1. Prescrição meu caro... Mas.. assim como os petistas se arvoraram em paladinos da história e fizeram a Comissão da Verdade do regime militar, mesmo sabendo que isto geraria condenação no âmbito penal, alguns promotores podiam fazer a Comissão da Verdade do assassinato do Celso Daniel...não se punirá ninguém, mas se tentará identificar os autores e principalmente o cara que apontou o dedo (ou meio dedo como queira) pro Celso Daniel.. Petistas fizeram essa Comissão da Verdade só para despistar o roubo/saque que faziam ao Tesouro Nacional. Agora a justiça fará a apuração para mostrar ao país, o tipo de gente que governou esta nação nos últimos anos e do que eles fariam para se perpetuar no poder. Precisamos disso, para NUNCA MAIS acreditar em milagreiros, aventureiros, Dórias e Huck da vida..

  3. If disse:

    Repete Celso Daniel, se precisar matar a mae, eles matam. A nariz arrebitado forcado avisou.

  4. Luiz disse:

    Tem que dar prazo mesmo, porque se depender das instituições baianas, dominadas pelo PT já viu né?

  5. Tarântula disse:

    Não pode bobear com essa gente. A ORCRIM MATA. Vide Celso Daniel, Toninho do PT e sete testemunhas do caso Celso Daniel.

  6. SPA CURITIBA disse:

    Bahia ??? Jaques Wagner Gabrielle Família Geddel . O resto é laddrão de galinha . Fácil apurar .

  7. Reinaldo disse:

    Pode ser que a máfia do MDB do Senado esteja tentando intimidar as testemunhas e os potenciais delatores premiados. Vale a pena investigar.

  8. #LulaNaCadeia disse:

    PROVAVELMENTE VÃO CHEGAR NOS MESMOS MANDANTES DO ASSASSINATO DO PREFEITO CELSO DANIEL. ESSES LADRÃOZINHOS DO PT SÃO TAMBÉM ASSASSINOS !!! TÁ NA CARA QUE FOI QUEIMA DE ARQUIVO E VINGANCA

  9. Giocconda disse:

    Pelas ameças feitas aos juízes do trf4 e seus familiares e por todo um contexto de outras graves ameaças feitas até por parlamentares, é bom que seja realmente investigado este assassinato.

  10. BRASIL DESORIENTADO disse:

    o EMPRESÁRIO QUE COMO RECADO SÓ FOI MORTO EXATAMENTE NO MESMO DIA DE CELSO DANIEL POSSIVELMENTE O EMPRESÁRIO NÃO GOSTA DE VOAR DE HELICOPTERO OU AVIÃO SENÃO O CENIPA DIRIA QUE O EMPRESÁRIO MORREU POR: "DESORIENTAÇÃO ESPACIAL DO PILOTO"

  11. Susana disse:

    Quem está investigando, a mesma polícia que investigou a morte dos dirigentes da Bancoop na Bahia? Assim se deu a entrada do Vaccari...

  12. Eduardo disse:

    Aí tem coisas Moro investiga esses vagabundo e põe todos na cadeia isso é que é reforma politica

  13. Carlos disse:

    Como excluir isso? Até eu que não sou da federal não excluo essa ligação. Nao excluo nem o "acidente" aéreo do Teori. E olha lá se um dia a D Marisa aparecer viva por aí e eles alegarem que fingiu a morte dela para protege-la das pressões. Não duvido de nada desse povo.