ACESSE

Moro não exclui ligação de assassinato de empresário com Lava Jato

Telegram

Sérgio Moro pediu que o MPF se manifeste em até cinco dias sobre o assassinato a tiros do empresário José Roberto Soares Vieira, na Bahia, em 17 de janeiro, informa Fausto Macedo.

Conforme O Antagonista lembrou, o depoimento de Vieira ajudou a força-tarefa da Lava Jato a rastrear pagamentos ao ex-gerente da Transpetro José Antonio de Jesus.

“Infelizmente, há notícia muito grave do assassinato do acusado José Roberto Soares Vieira em 17 de janeiro no curso da ação penal, o que ainda está em apuração”, escreveu o juiz federal.

“Não se pode excluir a possibilidade de que o homicídio esteja relacionado a esta ação penal, já que, na fase de investigação, o referido acusado aparentemente confessou seus crimes e revelou crimes de outros”, acrescentou Moro.

Comentários

  • augusto -

    Canalhas não passarão

  • fernando -

    Exatamente, a POLICIA FEDERAL tem que entrar no caso , porque se depender da polícia baiana que é comandada pelo PT , esse crime não vai ser solucionado nunca.

  • Dalila -

    O sangue que a Gleisi falou.

Ler 18 comentários