Moro: “Não vimos nenhum projeto consistente dos últimos governos” contra a criminalidade

Sergio Moro disse que seu projeto anticrime está de acordo com as promessas de campanha de Jair Bolsonaro de endurecimento no combate à criminalidade organizada, a crimes violentos e à corrupção.

“Respeitadas as críticas, é um projeto que avança, sim, e muito.”

O ministro da Justiça e da Segurança Pública disse que “não vimos nenhum projeto consistente dos últimos governos” neste sentido. Lembrou apenas um projeto específico de Raul Jungmann, mas, “no que se refere um projeto mais abrangente”, afirmou que o do governo Bolsonaro é uma novidade.

Por que o sucesso de Bolsonaro depende do sucesso de Moro. Leia aqui

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Estou ao lado do Ministro Dr. Sergio Moro . Ele é o primeiro Ministro da Justiça VERDADEIRO do Brasil . Os outros eram militantes políticos / partidários sem nenhum compromisso com o país !!

Ler mais 30 comentários
  1. Estou ao lado do Ministro Dr. Sergio Moro . Ele é o primeiro Ministro da Justiça VERDADEIRO do Brasil . Os outros eram militantes políticos / partidários sem nenhum compromisso com o país !!

    1. Chora petralha , agora é que o seu LADRÃO preferido não vai sair mais da cadeia . BRASIL , UM PAÍS MARAVILHOSO DE SE VIVER !!!!

  2. Não mesmo, ministro. O país nunca teve nada de consistente, e o que vimos foi um abandono pro-po-si-tal dos governos, sobretudo do PT, que sempre se posicionou à favor dos criminosos e terroristas.

  3. Não existiu projeto anticrime consistente porque éramos governados por bandidos. Houve, sim, relaxamento da lei contra criminalidade, principalmente com Márcio Tomás Bastos, amigão dos bandidos.

  4. Dr. Sérgio Moro pode ficar tranquilo que sabemos que o senhor cumpriu tudo que prometeu e que o Presidente Jair Bolsonaro prometeu! Sabemos que é discurso da esquerdalha da mídia podre de esquerda!

  5. O Raúl Jungmann, além de escravo, nunca passou de um capacho do “Foro de São Paulo’. Escravo e capacho, porque de tão cego e tonto, se deixou escravizar pelos irmãos Castro… Lênin, Stálin e

  6. Que Deus abençôe esse novo governo e o ministro Sérgio Moro ! Enfrentarão muitas resistências, de todas as facções criminosas, das do tráfico, dos partidos políticos e das facções de toga