Moro poderá aconselhar Bolsonaro sobre nomeações para o Judiciário

Telegram

O ministro da Justiça, geralmente, atua como conselheiro do presidente na escolha de integrantes do Judiciário (tribunais e cortes superiores).

Caso Sergio Moro aceite o convite, além de tudo o que poderá fazer no MJ, poderá ajudar Jair Bolsonaro a reduzir o apadrinhamento político – o que verdadeiramente desqualifica o Judiciário.

Durante os quatro anos de mandato, o novo presidente poderá indicar 11 ministros para tribunais superiores (STF, STJ, TST e STM) e outros 28 (17 com a ampliação dos TRF2 e TRF5) desembargadores para tribunais federais.

Comentários

  • Lilianne -

    Golaço é acabar com o TST.

  • sergio -

    Acho que pode haver consulta popular sobre continuidade Juizecos STJ STF e outros.limpeza geral. Povo quer e B17 tem que meter bala

  • sergio -

    Acho que pode haver consulta popular sobre continuidade Juizecos STJ STF e outros.limpeza geral. Povo quer e B17 tem que meter bala

Ler 54 comentários