Moro: “Prisão preventiva longa interessa à defesa dos acusados”

Ainda no artigo à Veja, Sérgio Moro afirma que as prisões preventivas da Lava Jato, muitas vezes, se alongam devido às manobras da própria defesa dos acusados.

O interesse dos advogados, claro, é fazer seus clientes parecerem coitadinhos à mercê de um tirano. Leia o trecho:

“Também não procede a crítica à longa duração das prisões. Há pessoas presas, é verdade, desde março de 2014, mas nesses casos já houve sentença condenatória e, em alguns deles, até mesmo o julgamento das apelações contra a sentença. Quanto aos presos provisórios ainda sem julgamento, as prisões têm no máximo alguns meses, o que não é algo extraordinário na prática judicial, e não raramente os julgamentos tardam pela própria atuação da defesa, por vezes interessada em atrasar o julgamento para alegar a ouvidos sensíveis a demora excessiva da prisão provisória.”

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200