MORO PROIBIU FILMAGENS DE LULA

Lula acusou Sérgio Moro de usar a imprensa para fazer pirotecnia, mas o juiz tomou todas as precauções para não expor o ex-presidente ao expedir o mandado de coerção coercitiva.

Moro ressaltou: “NÃO deve ser utilizada algema e NÃO deve, em hipótese alguma, ser filmado ou, tanto quanto possível, permitida a filmagem do deslocamento do ex-presidente para a colheita do depoimento.”

O juiz ainda observou que a PF só deveria cumprir o mandado se Lula, “convidado a acompanhar a autoridade policial para depoimento”, se recusasse a fazê-lo.

Faça o primeiro comentário