Moro quer ampliar banco de DNA de criminosos

O Globo diz que Sergio Moro pretende ampliar o banco de DNA de criminosos, acelerando a inclusão de material genético de condenados pela Justiça no sistema nacional – qu ehoje conta com apenas 10.439 registros.

A grande imprensa está, é claro, atrasada no episódio do convite de Bolsonaro a Sergio Moro... LEIA AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Almanakut disse:

    031 - 3177 - 9001 - Número dos CRIMINOSOS de Minas Gerais!

Ler comentários
  1. Mario disse:

    A Finlândia já coletou o DNA de toda sua população

  2. Marcel disse:

    O DNA do Lula vai dar 50% sangue e 50% de pinga Pitu.

  3. Coroinha disse:

    Implacável MORO! Acho que nem dorme. Indago: O Brasil já teve alguém assim? Quando, considerando o período desde Pedro Álvares Cabral até Temer?

    1. Sim, tivemos, mas os medíocres invejosos q se opuseram a eles eram em número tão grande q sempre foram destruídos e desacreditados. Fiquemos atentos p proteger os do nosso tempo.

  4. Edu disse:

    O Governo Federal, através do Ministério da Justiça também deveria gerir um grande banco de dados de identificação dos brasileiros q seriam alimentados pelas Secretarias de Segurança dos estado

  5. Anderson disse:

    Isso é cadastro. Não está se falando em prova judicial.

  6. ORCRIMvsBolsoMoroGue disse:

    Melhor vc ficar por aqui mais tempo para aprender. O 247 está fazendo vc passar vergonha... Venha para o lado do bem...

  7. ReginaC disse:

    Já tem o DNA do presidiário de Curitiba no banco de dados?

  8. Almanakut disse:

    Tem que recadastrar todos os ex-policiais fora das corporações nos últimos 10 anos, para saberem o que andam fazendo!

  9. Joaquim disse:

    Apenas 10.439 em 8 anos de FHC e 16 anos Lula e Dilma.

  10. claudio disse:

    Inicia com a petralhada e com a torcida do corintians.

  11. RENATO disse:

    Que adianta condenar se o estuprador ou qq outro meliante sai da cadeia com menos de 1/3 da pena cumprida? OU se mexe nisso acabando com saidinhas, indutos e redução ou de nada adianta

  12. Paulo disse:

    no século xix guardavam cérebro de criminoso para estudo. se determinada raça se destacar neste banco de dna vai dar problema com os politicamente corretos.

  13. Giusti disse:

    Unificação dos registros criando 1 único banco d identificação e não mais cada estado tendo o seu fechado.

  14. Jackson disse:

    Esse cara não brinca em serviço. As coisas devem começar andar em outro ritmo com ele. E o exemplo vai se espalhando.