Moro quer separar presos mais perigosos dos menos perigosos

O plano de Sergio Moro é separar os presos mais perigosos dos presos menos perigosos.

Para fazer isso, segundo o Valor, ele estuda criar um cadastro nacional que permita classificar os detentos pelo grau de periculosidade.

“O objetivo é enfraquecer as facções criminosas que comandam presídios brasileiros, uma vez que a separação dos presos dificultaria o aliciamento dos que cometeram crimes de menor gravidade.”

 

O seu sossego depende do sucesso de Sergio Moro. Leia aqui

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 78 comentários
  1. Isto é feito n/América do Norte, e pelo mundo. Criminosos menos ativos (perigosos) servem de peões p/defesas, ou aríetes, para os mais fortes. Nada mais lógico por leões na mesma jaula. Que se c

    1. “Boa vontade” não é exatamente o que faltava aos governantes! Faltava mesmo é honestidade política para fazer o que é certo!

  2. Tem que acabar esse absurdo de cada facção ter seu próprio presídio ou ala de presídio. Isso é dar a eles uma base de operações mais segura que qualquer outra que possam montar fora da cadeia.

  3. Tem que adaptar uma plataforma marítima/prisão máxima e mandar todos de alta periculosidade! Sem contato nenhum com o mundo exterior. Basta de passar a mão na cabeça de criminosos. Só tubarões

    1. Medidas óbvias e simples e o pior, nunca adotadas! Outra medida “óbvia” e simples que vão fazer agora; tirar as tomadas das celas. Como carregar celulares???

  4. Será mesmo que se vai aplicar a lei de execuções penais ? Ela está em vigor somente desde 1984. Atualmente, se aplica a lei do PCC. É uma vergonha. Não é assunto pra ser discutido. Apliquem a l

  5. Vão acontecer milhares de rebeliões se tentar isso agora. Para um preso de facção cair numa cadeia rival é a morte, e p quem está com a vida em jogo não há saída. Primeiro tem q enfraquecer a

    1. depois de separar, os mais perigosos tu coloca no pátio e larga umas ferramentas pra eles brincarem de guerrinha entre eles.

    2. Não entendeu nada. Ele quer separar o mais perigosos (ORCRIM e crimes graves) dos menos perigosos (cometeram crimes menores).

  6. é só mandar os menos perigosos para uma colônia penal e colocar os perigosos e presídio longe das capitais e em isolamento total, ou seja nenhum sabe quem está na mesma prisão e nem onde ele est

  7. penso assim tb assassinos confessos e,estupradores,traficantes e cometedores de crimes hediondos todos numa prisão de seg máxima sem nenhuma regalia é corrente até no interior do presidio

  8. Se essa classificação for feita por psicologos e assistentes sociais estocolmizadas como vi em 9 anos que trabalhei em um sistema prisional, todos serão classificados como bonzinhos

    1. A ficha e o crime define. Nada de psicólogo nem filósofo “especialista” falando em direitos humanos. E depois larga eles no pátio e deixa se pegarem.

    1. Ahh tu quer ajuda do governo federal né? Manda o governador petista lá resolver. Ele e outros petistas de lá que deixaram o povo se ferrar por anos, agora querem arrego. Estratégia suja.

  9. Juiz Sergio Moro para menor idade 16 anos….depois que sair se praticar outro crime…prende e aguarda completar a maioridade para responder como adulto…dá só uma chance para esses menores !

  10. Ótima idéia! E também acabar com o benefícii da redução de pena e anistia aos condenadis por mais de 75 anos de penas acumuladas…porque a redução de pena é ” prêmio” para grandes bandido

  11. Sou a favor da ideia de Moro de separar ao menos líderes de facções. Mas sem muito conforto, afinal prisão não é spa. Quem não quiser ir preso, não cometa crimes, como diz o Jair Bolsonaro.

    1. Tinha que mandar aquele batalhão da PM de São Paulo que entrou no Carandirú e saiu de lá com mais de 110 sacos pretos .

  12. Min Sergio Moro, o Brasil em uníssono agradece a seu trabalho, empenho e inteligência para tratar com o sistema penitenciário. O óbvio foi esquecido nos outros governos. Deus o guarde.

  13. Excelente ideia. Os “ladrões de galinha” poderão até sair do presidio para trabalhar e retornar para dormir. Se pisarem na bola, perderiam o privilégio e teriam que trabalhar na prisão.

    1. Não. Qualquer preso, por menor que seja a pena, deve cumprir a pena na integralidade. Isso é justiça. Isso funcionaria, mais do que tudo, de forma persuasiva, pra convencer quem quer…

  14. Tá certo. Ontem li uma notícia no C. Brasiliense. Um preso q teve a saidinha, entrou no presídio com 6 celulares no estômago e drogas tb. Teve q ser operado. Eles saem e s obrigados a fazer isso.

    1. Então. Os que saem são obrigados a fazer isso a mando dos líderes das facções. Como tb são obrigados a oferecer a esposa, a namorada aos líderes.

    2. Presumo que os “colegas” de cela iriam abrir o cara com faca e retirar o produto eletronico de suas entranhas. kisufuda. Coisas de amizade penitenciária.

    3. Eu vi na TV a exposição do RX do tórax do vagabundo . além de bandido, é burro. como é que pode o cara achar que vai conseguir k gar aquêle estoque de celulares entranhado nas tripas ?