Moro: reveses no combate à corrupção vieram dos três poderes

Moro: reveses no combate à corrupção vieram dos três poderes
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Sergio Moro afirmou hoje, durante debate em evento jurídico na internet, que os reveses no combate à corrupção vieram dos três poderes.

“De 2014 a 2018, houve um ciclo virtuoso em que o Brasil galgou passos importantes na prevenção e no combate à corrupção via judicial. O que faltou nessa época e principalmente depois foi uma movimentação política, no sentido reformista, para que fossem consolidados e realizados ainda avanços maiores na prevenção e combate à grande corrupção no Brasil”, afirmou.

“Então ficou realmente um trabalho, de certa maneira, incompleto. Eu vejo às vezes algumas críticas até responsabilizando os investigadores por essa falha, mas evidentemente essa falha é do sistema político. Houve alguns revezes desde 2018 e isso veio da parte dos três poderes.”

O ex-ministro mencionou, em primeiro lugar, a decisão do STF de acabar com a prisão em segunda instância. “Claro que nós respeitamos o STF e respeitamos quem tem o entendimento de que se tem que aguardar o trânsito em julgado, mas é uma decisão que foi desfavorável ao combate à corrupção”, disse.

Depois no Congresso tivemos a aprovação de leis que não favoreceram o combate à corrupção e atualmente existe um ambiente não muito favorável a esse tipo de reforma no nosso Congresso. Do outro lado, também o Poder Executivo foi eleito com a bandeira e com agenda da anticorrupção e é uma bandeira que foi abandoada.”

Ele participou de debate com Deltan Dallagnol no Congresso Internacional de Direito e Economia.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 107 comentários
TOPO