Moro revoga prisão de investigado da Acarajé

Marcelo Rodrigues, apontado pelo MPF como representante da offshore Klienfeld Services, acaba de ser beneficiado por Sérgio Moro com a revogação de sua prisão temporária…

Rodrigues não foi encontrado pela PF no dia da deflagração da Operação Acarajé.

Segundo o MPF, o investigado foi responsável por representar a Klienfeld Services, offshore vinculada ao Grupo Odebrecht, no contrato celebrado com a Shelbill, controlada por João Santana e Mônica Moura.

Ao solicitar a revogação do mandado de prisão, a defesa do investigado alegou que Rodrigues teria assinado um único contrato em 2013.

Moro considerou que as buscas foram concluídas e que “o investigado aparentemente teria um papel menor nos fatos”, mas determinou sua apresentação imediata à PF.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200