Mourão diz que Judiciário tem que compreender "o tamanho da sua cadeira"

Mourão diz que Judiciário tem que compreender “o tamanho da sua cadeira”
Foto: Marcos Corrêa/PR

O vice-presidente, Hamilton Mourão, disse ontem à noite, num evento que reuniu políticos, analistas e empresários, que o Judiciário não pode interferir “de forma tão contundente” em outros Poderes.

Ele comentava a decisão de Luís Roberto Barroso que determinou ao Supremo a abertura da CPI da Covid.

“Acho que nós precisamos ter uma concertação melhor, de modo que o Poder Judiciário compreenda o tamanho da sua cadeira, os seus limites. De modo que não interfira de forma tão contundente, às vezes, em decisões que seriam próprias de outros poderes, notadamente legislativos.”

Para resolver o problema, o Mourão defendeu a busca de “diálogo” entre Executivo, Legislativo e Judiciário. O vice oferece aquilo que o presidente rechaça.

Leia mais: Crusoé também fiscaliza o outro lado do balcão do Judiciário: os advogados.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO