Mourão evita criticar Eduardo Bolsonaro: "Declaração, nada mais do que isso"

Mourão evita criticar Eduardo Bolsonaro: “Declaração, nada mais do que isso”
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Hamilton Mourão, ao chegar ao Palácio do Planalto para participar de uma videoconferência do Conselho Empresarial Brasil-China, evitou comentar a declaração de Eduardo Bolsonaro de que a China promoveria “espionagem” por meio da tecnologia 5G.

Questionado sobre o assunto, o vice-presidente respondeu:

“Exatamente o que você falou: uma declaração. Declaração, nada mais do que isso.”

Mourão acrescentou que, no governo, “estamos trabalho de forma objetiva” e “segue nosso trabalho normal aqui”.

Lembrado de que Eduardo presidente a Comissão de Relações Exteriores da Câmara, ele afirmou:

“A Comissão de Relações Exteriores não é governo, é uma comissão parlamentar.”

Leia mais: O inquérito que investiga a estrutura por trás dos atos antidemocráticos se aproxima do gabinete presidencial, da família Bolsonaro e do núcleo de assessores palacianos conhecido como “gabinete do ódio”
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 30 comentários
TOPO