Mourão: “Viva e deixe viver”

Entrevistado pela BBC, o general Hamilton Mourão disse que não vê ameaça a homossexuais em razão do combate à ideologia de gênero nas escolas.

“Eu não vejo ameaça. Eu ando nas ruas e vejo casais homossexuais andando de mãos dadas tranquilamente, sem problema nenhum, tenho amigos que assim são.

Essa é uma questão de escolha de vida. Apenas ninguém deve procurar impor seu modo de vida aos outros. Viva sua vida, aquela velha frase, ‘viva e deixe viver’.”

Com a eleição de Bolsonaro, você precisa se situar no novo mundo da política — e tem de ser rápido. Entenda AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

    1. Mas ele ainda é contra a Ideologia de Gênero. Mas não contra os gays. Uma coisa não tem nada haver com a outra.

Ler mais 73 comentários
    1. Mas ele ainda é contra a Ideologia de Gênero. Mas não contra os gays. Uma coisa não tem nada haver com a outra.

  1. Toda esta bobajada de “ideologia de gênero”, deve ser consequência da “mulher sapiens” criada p/dilma. Taxonomia biológica humana: GÊNERO: homo;ESPÉCIE:homo sapiens:SEXO: masculino OU feminin

  2. Sexualidade é uma questão individual e de foro íntimo e obviamente deve ser respeitada. No entanto merece muita reflexão achar que sua sexualidade está acima dos interesses maiores de uma nação

  3. Viva nosso Vice, falou muito bem, cada um cuida de si, só não venha impor nada a ninguém, principalmente na educação infantil, uma coisa é educação sexual, outra é opção sexual.

  4. O General está certo e as Leis devem proteger contra agressão, ofensa, roubo, assassinato ou discriminação a todos, por igual. Se as Leis forem bem feitas e bem cumpridas não precisa de Leis espe

  5. O que o individuo faz da sua vida privada e suas opções pertencem ao foro intimo de cada um! Ninguém tem o direito de intervir. Da mesma forma que o Estado não pode fazer apologia dessas opções.

  6. Taí uma declaração simples e direta. Vc pode ser gay ou qualquer coisa, só basta respeita o direito do próximo de ser o que ele quiser. Liberdade é isso, nada se impõe, nem a sexualidade do cid

  7. Segundo os fanáticos, basta converter por decreto todos os gays e lésbicas em héteros. Houve um tempo em que esse mesmo fanatismo mantinha as mulheres presas no lar e a escravidão dos negros.

  8. NÃO QUEREMOS ideologia ou KIT para nossos filhos de 6 anos nas escolas. Quanto a opção sexual, vai firme, vai na sua….mas ninguém venha querer catequizar uma criança sobre qualquer coisa sexual

  9. As pessoas, que fazem parte das “minorias”, são plenamente conscientes que socialmente, religiosamente, e cientificamente, a sociedade é, na maioria, cristã, conservadora, e heteronormativa.

  10. Comprovaremos que este novo governo será realmente liberal, mas sem perder o respeito eo bom senso. Que os intoleranres petistas, artistas e modernosos possam aprender alguma coisa.

    1. Eu fui e vi vários gays. Mas, pra dizer a verdade, eu não presto atenção a esse tipo d coisa, só qdo a pessoa faz muito esforço p chamar atenção é q não dá p evitar d perceber. Na pág. do

    1. Breno, se é esse seu nome, desça do salto alto, pisa na terra e veja a realidade, o mundo vem mudando, os direitos das minorias cresceu vertiginosamente, basta ñ exagerar, viva e deixe viver.

    2. Exato. E o Mourão e Bolsonaro, o que têm a ver com isto? Creio que inclusive, serão responsáveis pela redução dos assassinatos, Não apenas LGBT’s, mas de todos…

    3. 1°mais de 60 mil homicídios ao ano – tá todo mundo morrendo.2°dizer que alguém foi morto devido ao fato de pertencer à referida comunidade é extremamente difícil.3°aceitação não é normali

    4. Amigo, no Brasil, morrem 60.000 cabeças por ano. Por uma mera questão de probabilidade, vários são/serão LGBT’s, não acha? Vamos cobrar segurança para TODOS, sem privilégios. Nada mais justo.

  11. EXATO. Ditadura do gênero não tem menor relação c.homossexualismo. Elegebetismo idem. Uma coisa é o homossexual , outra é a seita fanática que usurpa uma representação que não lhe foi dad

  12. Sei que o politicamente correto é dizer ‘condição’, em vez de ‘opção’, mas até hoje não me convenci que assim seja melhor, embora saiba que a distinção tem a ver com o momento, nasce

  13. Mas querer ditar o citado gênero como doutrinação nas escolas que esta esquerda fez ,é querer tirar o pátrio poder, direito dos pais de educar seus filhos como entendem ser o melhor.

    1. É fará também vários campos de concentração gay, onde não poderão usar perfume ou maquiagem! Bolsonaro malvadão!

  14. Bola dentro! Não tem que impor sexualização precoce das crianças de nenhuma forma! Esse ofício deve ser de responsabilidade da família, que o fará de acordo com suas convicções!