Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

MP abre investigação sobre atos políticos de coronéis da PM

Promotor José Carlos Guillem Blat afirma que a conduta pode configurar, além de transgressão disciplinar, ofensa aos princípios da administração pública
MP abre investigação sobre atos políticos de coronéis da PM
Reprodução

O Ministério Público abriu inquérito para analisar possível ato de improbidade administrativa por parte do coronel Aleksander Lacerda, ex-comandante de 7 batalhões da PM de São Paulo, e do coronel da reserva Ricardo Augusto Araújo, diretor da Ceagesp. Os dois convocaram atos de apoio a Jair Bolsonaro para 7 de setembro.

Em portaria assinada nesta terça-feira, 24, o promotor José Carlos Guillem Blat afirma que a conduta pode configurar, além de transgressão disciplinar, ofensa aos princípios da administração pública.

“Os órgãos de segurança pública são instituições permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, e destinam-se à defesa da sociedade e devem se pautar pelo regime democrático instituído”, diz um trecho do despacho, reproduzido pelo Estadão.

Em seu perfil no Facebook, Lacerda escreveu que “liberdade não se ganha, se toma. Dia 7/9 eu vou”. Ex-comandante da Rota, Araújo gravou vídeo no Instagram convocando veteranos a saírem às ruas para combater o comunismo.

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....