MP acusa ex-diretor do Metrô de receber R$ 2,5 milhões em propina

Sérgio Brasil, ex-gerente de compras do Metrô de São Paulo, é acusado pelo MP de ter solicitado e recebido R$ 2,5 milhões em propinas da Camargo Corrêa durante a construção da linha 5-Lilás, informa a Folha.

O valor consta de denúncia contra o executivo por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, apresentada ontem pelo MP-SP.

De acordo com a investigação, Brasil, responsável pelos contratos da linha 5, procurava as empreiteiras para direcionar o edital e facilitar a divisão das obras entre as empresas que, associadas em um cartel, venceram a licitação do lote 3 do projeto.

 

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. CHEGA Á SER HILÁRIO,QUANDO O NOME DE UM SUSPEITO xxxxxx BRASIL.
    É UM VERDADEIRO HORROR,HORROR,HORROR .
    LEMBRANDO MONTEIRO LOBATO: “OU O BRASIL ACABAM COM ÁS SAÚVAS,OU ÁS SAÚVAS ACABAM COM O BRASIL”.

Ler mais 2 comentários
  1. CHEGA Á SER HILÁRIO,QUANDO O NOME DE UM SUSPEITO xxxxxx BRASIL.
    É UM VERDADEIRO HORROR,HORROR,HORROR .
    LEMBRANDO MONTEIRO LOBATO: “OU O BRASIL ACABAM COM ÁS SAÚVAS,OU ÁS SAÚVAS ACABAM COM O BRASIL”.