MP acusa mãe de Fábio Faria de ter sido funcionária fantasma

O MP do Rio Grande do Norte moveu ação de improbidade administrativa contra Maria Nina Salustino de Faria, mãe de Fábio Faria, a quem acusa de ter sido funcionária fantasma na prefeitura de Parnamirim (RN) de 2009 a 2016.

Ao longo desse período, ela recebeu R$ 153 mil em salários —a Promotoria cobra a devolução dos valores, mais multa de R$ 460 mil. Maria Nina foi casada com Robinson Faria, ex-governador do estado e pai de Fábio.

LEIA AQUI a reportagem de Luiz Vassallo na Crusoé.

Leia mais: Diogo Mainardi: Desista dessa porcaria, Bolsonaro
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 27 comentários
TOPO