MP cobra R$ 29,4 milhões de Doria por uso de verba pública para promoção pessoal

O Ministério Público de São Paulo acusa João Doria de usar publicidade paga pela Prefeitura de São Paulo para promoção pessoal.

Em ação de improbidade administrativa, pede que o ex-prefeito e futuro governador devolva R$ 29,4 milhões, junto a agência Lua Propaganda.

A empresa foi contratada em 2017 para fazer propaganda de recapeamento de ruas. Mas para o MP, as peças serviram para Doria promover sua imagem.

“A manutenção asfáltica das vias públicas nada mais é que um dever do governante na manutenção da coisa pública. Contudo, o demandado transformou a obrigação inerente ao cargo ocupado em promoção pura e simples de sua imagem na mídia”, diz a ação.

 

 

 

 

Prepare-se para combater esse “velho Brasil”. Saiba mais AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 20 comentários
    1. E o que seriam “bandidos comunistas”? Parece que a maioria aqui escreve sem pensar; sem embasamento histórico; levianamente. A leviandade rola despudoradamente, começando com o presidente eleito.

  1. Isso tem que acabar, tem que começar a prender esses bandidos esquerdistas que usam a máquina pública para destruir pessoas por ideologia. Isso tem que acabar e perseguir mesmo esses caras até o

  2. Concordo com a ideia em torno da ação, o PSDB (em SP) faz isso a décadas… O PT (na união), o fez tb por décadas. Governo nenhum deveria ter esse tipo gasto, campanha só: educativa, vacinação

  3. Gosto disso. Agora o PT bombardeia o Doria pra pagar e o Doria bombardei a PT pra devolver os milhões que “gastaram” com a campanha do Lula. Basta jogar um contra o outro, a população sai ganhand

  4. O MP de Sao Paulo foi todo comprado pelo Alkimim. O Alkimim colocou procuradores aposentados e da ativa pra todo lado bo governo dele. Todos com altos salarios. Por isso nunca mexeram com Alkimim.