MP de Goiás suspende recesso, para apurar denúncias contra João de Deus

A força-tarefa do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) que apura denúncias contra João de Deus segue trabalhando mesmo durante o recesso de Natal para atender às mulheres que, na presença de uma psicóloga, relatam terem sido abusadas por ele ao procurá-lo para tratamento espiritual, informa o G1.

“As vítimas nos procuram angustiadas para falar o quanto antes. Não querem mais conviver com algo velado pelo medo. A gente se sente na obrigação de acolhê-las”, disse a promotora Gabriella Clementino.

O MP-GO tem até o próximo domingo (30) para protocolar a primeira denúncia contra o investigado.

“A nossa preocupação, o que nos move a trabalhar nesse período, é acolher as vítimas nesse momento que em que estão se sentindo encorajadas a falar sobre o que aconteceu. Todo esse momento das vítimas falando, de divulgação, as incentiva a vir relatar”, completou, acrescentando que, após os depoimentos, elas são encaminhadas para atendimento psicológico no SUS para iniciarem, se desejarem, tratamento terapêutico.

Operação Lava Toga: a chance de limpar o Judiciário. SAIBA MAIS

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. elisabeth disse:

    Quando o valor cobrado por prestação de serviço deste bruxo vale mais até a cidade toda e seus moradores se calam, para não sofrer retaliações, mas Abadiânia vai acabar sim, o tempo dira´.

Ler comentários
  1. Bruno disse:

    Um curandeiro predador sexual. Uma cidade inteira conivente. Ambos terão o fim que merecem.

  2. Erigilson disse:

    Esse médium é, comprovadamente, um tarado sexual. Sou baixam no terreiro dela espíritos tarados.Os demais, só para esconder dinheiro, armas, comprar propriedades etc. kkkkkkkk

  3. Glaucio disse:

    Mas aqui é o paraíso sobre a terra para pedofilos, saqueadores, ladrões de banco e de dinheiro público, narcotraficantes. Enfim. Tudo que é bosta aqui se da bem. Até esse senhor o João do capet

  4. Marcio disse:

    João da rola tem de ser punido. Este país é uma desgraça, mas pode ser melhorado. Que se abra uma exceção e o condenem à morte!

  5. ZEZECO disse:

    Eles querem se promover em cima dessas tragedia q vinha acontecendo a decadas e fecharam os olhos,para nao ofender os poderosos q os indicam.

  6. Paulo disse:

    Será que esse curandeiro comeu esse tanto de mulheres? Não é demais? Não ia dar tempo de fazer mais nada, a não ser comer, comer, comer... Até isso tem um limite!

    1. Algumas dizem que teve repeteco pelo menos umas vinte vezes, é só multiplicar por um numero qualquer entre 1 e 20 a quantidade de reclamantes. É muita sacanagem, cara!

  7. PAULO disse:

    Pc. João é de Deus: João de Deus não existe.

  8. Alexandre disse:

    Isso mesmo. O MP ganha bem e vai ganhar mais ainda. É bom caçarem serviço.

  9. ZEZECO disse:

    Vao trabalhar,casta de vagabundos,justificar os salarios e pinduricalhos.O medium louco ta a 40 anos deitando e rolando e voces fazendo cara de paisagem.

  10. PAULO disse:

    Pc. João de Deus: apenas um criminoso, como outros tantos, que manipulam os tolos, os egoístas e os desesperados, por poder, dinheiro e sexo. Deus não existe; quem existe é João de Deus.

  11. le disse:

    500 anos de cadeia para o psicopata tarado, sonegador e traficante.