ACESSE

MP decide não recorrer de absolvição de ex-mulher de Wassef

Telegram

Helena Mader, na Crusoé, informa que o Ministério Público do Distrito Federal decidiu não recorrer da absolvição da empresária Cristina Boner, ex-mulher do advogado Frederick Wassef.

No mês passado, a 2ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do DF reverteu uma condenação em primeira instância da empresária por improbidade administrativa.

O MP acusou Cristina de pagar propina para obter contratos de informática com o governo local durante a gestão de José Roberto Arruda. Ela foi citada pelo delator da Operação Caixa de Pandora, Durval Barbosa.

O documento com o comunicado de que o Ministério Público não vai recorrer foi encaminhado à desembargadora relatora do caso pelo procurador-geral de Justiça do Distrito Federal, Leonardo Bessa, no último dia 20.

Com o fim do processo na Justiça, Cristina fica autorizada a fechar novos contratos com o poder público. Mas ela ainda é alvo de uma ação penal ajuizada pelo Ministério Público do DF, em tramitação na 7ª Vara Criminal.

Leia mais aqui.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários