ACESSE

MP defende novas eleições em casos de candidaturas "laranjas" de mulheres

Telegram

Em casos de cassação de mandatos de vereadores, deputados distritais, estaduais e federais em função de candidaturas “laranjas” de mulheres, deve haver novas eleições. A tese é defendida pelo vice-procurador-geral Eleitoral, Humberto Jacques. Para ele, a realização de novo pleito em situações como essa deve valer também para cargos proporcionais, e não só em eleições majoritárias.

O representante do MP Eleitoral defendeu esse entendimento durante sessão do TSE na noite de ontem, informa Helena Mader na Crusoé.

Leia:

MP defende novas eleições em casos de candidaturas laranjas de mulheres

Basta de atritos com Bolsonaro. LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 3 comentários