ACESSE

MP denuncia Coutinho por propina de R$ 900 mil em caixas de vinho

Telegram

Ricardo Coutinho, ex-governador da Paraíba, foi denunciado pela terceira vez na Operação Calvário, que desvendou um esquema bilionário de desvios da Saúde e da Educação no estado, publica a Crusoé.

Desta vez, a Procuradoria-Geral de Justiça e o Gaeco acusam o ex-governador do PSB de receber R$ 900 mil em propinas pagas pela Cruz Vermelha Brasileira.

Segundo a acusação, Coutinho foi o ‘mentor intelectual’ do episódio que envolveu a entrega de propina em caixas de vinho. O caso ocorreu em 2018, no restaurante de um hotel no Rio de Janeiro. O dinheiro era repassado a prestadores de serviços da campanha de João Azevedo, atual governador do estado.

Na denúncia, o Gaeco pede a condenação de Coutinho e a devolução dos R$ 900 mil.

Leia também: Bolsonaro: "Vou interferir. Ponto final"

Comentários

  • Nelson -

    Isto o torna candidato forte a receber cargos de Bolsonaro?

  • Ulysses -

    Deveriamos dar todo apoio a Lava Jato e espandi-la por todo o Brasil o Bolsonaro não faz isto.

  • Gilberto -

    Ora, como todo candidato a cargo executivo, Coutinho disse que em seu governo daria prioridade à Saúde e à Educação. E cumpriu, como todos cumprem. Cínicos assim.

Ler 33 comentários