ACESSE

MP denuncia ex-presidente da Vale e outros 15 por Brumadinho

Telegram

O Ministério Público de Minas Gerais denunciou hoje Fabio Schvartsman, ex-presidente da Vale, mais 15 pessoas e as empresas Vale e TüV SüD pelo crime de homicídio doloso, quando há intenção de matar. A informação é do G1.

A força-tarefa que investiga o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho distribuiu a denúncia para a Justiça ainda nesta manhã.

A barragem I da Mina do Córrego do Feijão se rompeu há quase um ano, em 25 de janeiro de 2019, deixando 270 vítimas. Destas, 259 foram identificadas pela Polícia Civil de Minas Gerais. Os bombeiros ainda procuram 11 desaparecidos.

A Tüv Süd publicou nota em que afirma que “um ano após o rompimento, suas causas ainda não foram esclarecidas de forma conclusiva”.

A NOVA CHANCE DO '02' NA GUERRA DA COMUNICAÇÃO. Saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 3 comentários