MP-DF pede condenação de ex-governador petista por obras do Mané Garrincha

O Ministério Público do Distrito Federal entrou com duas ações de improbidade administrativa contra gestores públicos, particulares e a empresa contratada para as obras do estádio Mané Garrincha, que consumiram 1,1 bilhão de reais.

Uma das duas ações culpa o ex-governador Agnelo Queiroz do PT, e o ex-vice Tadeu Filippelli, do MDB por irregularidades no contrato de reforma da arena.

Leia a reportagem de Renato Alves na Crusoé:

MP pede condenação de ex-governador por propina em obras no Mané Garrincha

A PF concorda com Lula: Lulinha é um "fenômeno" dos negócios... Mais aqui
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO