MP diz que pagamentos a promotores estão ‘dentro da legalidade’

Sobre a nota “Promotores de Rondônia podem ganhar até R$ 300 mil neste mês”, a assessoria do Ministério Público do estado enviou a seguinte nota a O Antagonista:

“O Ministério Público do Estado de Rondônia esclarece que as verbas indenizatórias recebidas por Procuradores e Promotores de Justiça e servidores, no mês de dezembro, não constituem parcela da remuneração mensal e são oriundas de direitos adquiridos acumulados ao longo dos anos, relativos a indenizações de férias e/ou licenças prêmios que não puderam ser gozadas no tempo oportuno, em razão do reduzido número de Membros para atender a grande demanda de processos e procedimentos em andamento na Instituição.

Salienta, ainda, que todos os pagamentos estão dentro da legalidade, e foram realizados com recursos próprios, sem necessidade de qualquer suplementação.

Tais informações estão disponíveis para conhecimento público, no Portal da Transparência do Ministério Público do Estado de Rondônia, nos termos da Resolução nº 89/2012 do CNMP.”

Brasil, 2019 — O seu guia para compreender o ano que vai sacudir a nação (e sobreviver a ele) AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Veritas-Liberat disse:

    'dentro da legalidade' e da imoralidade.

Ler comentários
  1. le disse:

    Lógico que tem de falar que é "normal", senão já estariam todos presos por assalto aos cofres públicos, mas não é é roubo!!! CAMBADA DE LADRÕES VAGABUNDOS!!!

  2. Pedro disse:

    Os desvios legais são piores que os ilegais. São muito maiores em volumes (5 bi de auxilio moradia) e não temos como impedir a realização porque somos uma república com diversos cônsules.

  3. MOACIR disse:

    Para eles existem os direitos adquiridos e tudo esta dentro da legalidade, igual os políticos quando dizem que esta dentro da lei, tudo claro legislado em causa própria e hoje usufruem delas.

  4. J_João disse:

    Claro que não espero nada de melhor do novo presidente. Minha esperança são dos novos eleitos, que talvez mude as leis e faça a reforma tributária antes de falar em acabar com nossa aposentadoria

    1. Flávio, com todo respeito... Não sou idiota e cego... Esperar o quê se o próprio Jair fala em fatiar a reforma da previdência sem ao menos tocar nos abusos dos 3 poderes?

    2. O novo Congresso é pior do que o atual. Melhor contar com o Executivo.

  5. Walkíria disse:

    Essa máfia togada deveria ter VERGONHA de sair à rua! BASTA de privilégios! Isso é um acinte, um ultraje à nação em crise! Crise econômica e principalmente MORAL, causada por tipos como esses!

  6. zu disse:

    E os gangsters ainda tem coragem de dizer que "foram realizados com recursos próprios". Como se estes mafiosos não produzem um alfinete????

  7. MARCIO disse:

    O MP é menos transparente que o JUDICIÁRIO. Por ser o Fiscal da Lei, parece que a imprensa o considera um ícone da moralidade, mas não é. Ambos são drenos que sugam o dinheiro do povo.

    1. Tudo dentro da legalidade. Não existe moral e ética para esses vagabundos.

    2. Perfeito ... “são drenos que sugam o dinheiro do povo” e se autocarimbam como antros da moralidade

  8. Fabio disse:

    Rondonia, taí um ralo de dinheiro publico, um buraco que nao vale de nada, exceto para os bandidos saquearem.

  9. Ramiro disse:

    Olha, sei como é. Esse negócio do funcionário vender férias, na desculpa de que não pode tirar férias por aumento do trabalho, é penduricalho inteligente. Não trabalham 6 horas por dia.

    1. Fora o recesso de Natal/Ano Novo de 18 dias e o do meio de ano de 15 dias. Pra que férias ?

  10. carlos disse:

    Legalidade ? Esta mais pra imoralidade.

  11. Alexandre disse:

    Senhores representantes do MP de Rondônia, por favor definam o que querem dizer com "recursos próprios". Eles são próprios de quem? Dos procuradores? Do MP? Que falácia! Essa conversinha não e

    1. Se “recursos próprios” é uma justificativa, imaginem quanto poderia ser o salário de funcionários da Petrobras e do Banco do Brasil...

  12. Claudio disse:

    Que bonitinhos !!! Tão lindinhos !!!! São uns santinhos, não é mesmo ????

  13. Marciano disse:

    Que legalidade? A que esta corja de toga tornou legal? Essa corja não tem mais moral e muito menos legitimidade. Vocês são a vergonha deste país! Que Deus nos livre de vocês!

  14. Flávio disse:

    Engraçado,no Executivo o funcionário não pode acumular dois períodos de férias, mas como esses vagabundos do MP possuem recesso de 18 dias no final do ano e de 15 dias no meio do ano, pra que fé

  15. Michel disse:

    Então está tudo de acordo. Muito bem. Viva a BN legalidade. Justiça afinal.

  16. Lewandonoroskówski disse:

    Nem nos ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA, nação riquíssima rola essa grana, mesmo convertendo para U$.

  17. Jayme disse:

    "Legalidade" é a desgraça do Brasil. Legalidade significa dentro da lei, lei que é feita num congresso que só cuida dos interesses pessoais de seus componentes. Portanto, após 16 anos de predom

  18. J_João disse:

    Nosso sistema jurídico e tributário foi planejado para tirar dinheiro dos pobres em benefício de uma classe de poderosos. Pagamos todos os custos desses absurdos

    1. A lógica do REI, hoje é a lógica da ELITE, isso é imoral e trope.

  19. francisco disse:

    Servidores públicos que se servem do dinheiro público....$$$$

  20. wilson disse:

    ¨RECURSOS PRÓPRIOS!!!!!!¨ eu não sabia que o tribunal de Rondônia, produzisse alguma riqueza. È nosso dinheiro seu babaca, tenha RESPONSABILIDADE para com a nação, já que não tens HONRA.

  21. J_João disse:

    "legalidade" entende-se como o mecanismo produzido para assaltar famílias pobres pagadoras de impostos. Essa"legalidade" tem o mesmo poder se uma arma na mão de assaltante: imobilizar a vítima.

  22. Thiago disse:

    Vermes levando nosso dinheiro dentro da legalidade, assalto legalizado pelo bandido.

  23. Eduardo disse:

    O MP de Rondonia participa da defesa de Aecio Neves? a nota e tao ridicula quanto as do Aecio quando saiu uma noticia dele.legal ou nao , nao torna o ato menos infame. Devem ter mesmo assessor.

  24. Alessandra disse:

    Nem tudo que é legal é moral. Num país em que o judiciário julga em causa própria, isso é imoral!

  25. Paulo disse:

    Vergonhosamente imoral. Nós, povo brasileiro, verdadeiros donos do erário, não queremos mais isso. É aviltante contra todos os trabalhadores brasileiros, que tbe disk o sangue e dobram a jornada.

  26. alex disse:

    Nosso funcionalismo é a real causa do desequilíbrio financeiro do País..O roubo é legalizado, só o judiciário em 2017 R$72,8 bilhões... Não existe dinheiro publico, o dinheiro é do pagador de

  27. Helder disse:

    E o teto constitucional serve pra quê?

  28. Marcel disse:

    Tem um país bem diferente dos demais. E qual é a diferença? É o lugar onde bandido e mocinho são farinha do mesmo saco. Q país é esse?

  29. BERNARDINO disse:

    m quase todos os estados, juízes, funcionários e membros do MP não gozam as férias integrais, porque elas são excessivas e, por não necessitarem de tanto descanso, as vendem. E sem pagar IR.

  30. J_João disse:

    Se essa "legalidade" desse a todo brasileiro (conf. Art 5 da constituição) os mesmos benefícios que dá ao judiciário e aos políticos, não precisaríamos de aposentadoria.

  31. Alexandre disse:

    Rarararará. Estão confundindo alguma coisa: hoje não é 1° de abril

  32. Marcel disse:

    No meu país imaginário há um teto para salário de servidor público efetivo e político... 10.000 reais, nada mais além disso. Quer ganhar mais? Vai pro setor privado

    1. Se a lei garantir qualquer auxílio para juízes ou políticos, deverá ter dinheiro para dar os mesmos benefícios para todo e qualquer brasileiro. São ladrões mesmo.

    2. Estes servidores públicos deveriam servir a população, e não se servirem do dinheiro público!

    3. não são legais porque fere o art. 5 da constituição: todos somos iguais perante a lei, independente de qualquer natureza. Não se pode criar mecanismos para dar privilégios a uma classe.

    4. Quem quer ficar rico, que vá trabalhar na privada. Na pública deveria existir apenas servidores...

  33. Pan disse:

    Há Comarcas que tem o dobro ou mais de processos que o número de munícipes, ficam um período no lugar, mudam, estão nem aí. Carroça abarrotada, quebrada e condutores suspeitos.

  34. Chico disse:

    Já a produtividade , sempre a dever . Feliz Natal Procuradores , balaustres da produção

  35. Claudio disse:

    É uma vergonha este judiciário. É um roubo legalizado.

  36. O_Gravata_Vermelha disse:

    "recursos próprios" Isso é um deboche!!!! Recursos de NOSSOS IMPOSTOS. Um Estado paupérrimo que depende de repasses para sobreviver mas para os URUBUS da capa preta, Farinha pouca meu pirão prim

  37. SPA disse:

    Puxa , ainda bem que Rondônia é um "territorio" rico e independente .

  38. Sonia disse:

    Esse funcionalismo que recebe tudo ADIANTADO, como é que tem tanta verba atrasada para receber? É pura mentira, claro, só tonto não vê. O País não aguenta mais esses funcionários nababos pú

  39. Noely disse:

    Vergonha para o judiciário, na miséria que a maioria vive, eles numa seara nababesca. Naõ se justifica estes valores num país do valor do salário miserável.

  40. Amilcar disse:

    Esses merd@s são muito cínicos ou pensam que o povo é idiota. É normal um FDP desses ganhar R$100 mil por mês enquanto um ministro do STF não tira mais de R$50, com todos penduricalhos.

  41. Marco disse:

    Com a Coaf e todos os órgãos estatais sob a tutela de Moro , Bolsonaro e militares, ficará mais fácil investigar a origem desse dinheiro. Lava Toga já!

  42. Marcio disse:

    Será preciso anestesiar o povo para convencer da necessidade de reforma na previdência sem mexer com estes marajás!

  43. Luis disse:

    Bando de Hipócritas, lava toga é lava MP já. O tal do Queiroz sacou 620 mil dá menos de 60 mil. Tô, MP e Queiroz devem sofrer investigação e se condenados, presos. No Júri popular!

  44. Nilo disse:

    A imoralidade bancada pela velha safada chamada Brasil não chega ao fim. Esse filme pornográfico precisa ter fim.

  45. Francisco disse:

    Errado é o povo que paga tudo isso, direto ou indiretamente, através de aumento de impostos.

  46. Jose disse:

    legal, mas cafajeste e imoral e num português vulgar, muito FDP

  47. Jorge disse:

    Dá o rabo também é legal, mas é imoral.

  48. Jorge disse:

    Se pudesse eu comprava férias para me recuperar das batalhas travadas.

  49. paulo disse:

    Brasil não vai aguentar isto não!Espero que o povo abra os olhos antes do "TARDE DEMAIS"

  50. JoseRMonteiro disse:

    Dentro da legalidade, mas muito longe da moralidade. Sem a ética dos que deveriam zelar por ela, não tem saida para o Brasil.

  51. Flavius disse:

    Ganham como grandes empresários sem serem empreendedores e sem contribuir nada para a economia. Casta de intocáveis que desavergonhadamente sugam o dinheiro público.

  52. jader disse:

    esse ai é só mais um dos monstros que devoram nosso presente e futuro..... "DIREITOS ADQUIRIDOS" é a p u t a que pariu!!!

  53. ISMAELINO disse:

    No Brasil é muito conhecida a prática infeliz de inflacionar a previsão orçamentária anual para no fim do exercício distribuir as sobras ao invés de restituir ao Tesouro Público.

  54. Afonso disse:

    É legal porque são eles próprios que decidem o que é legal. Assim, até eu. Mas que é manifestamente IMORAL não resta a menor dúvida.

  55. Hudson disse:

    E a imprensa brasileira preocupada com a roupa que Bolsonaro lavou!!!!!!!

    1. Normal para o Nordeste. No sudeste é o dobro!

  56. Ataíde disse:

    Pode ser legal, mas é imoral. Juízes do Brasil moram em Marte.

  57. Luix disse:

    Rondônia é um dos estados com 98% da população na extrema pobreza. E seus outros 2% são de milionários juízes, políticos e promotores. Portanto, essa medida poderia até ser 'legal' mas é

  58. Roberto disse:

    Recursos próprios? Próprios de quem cara pálida? Essa turma não se enxerga...

  59. J_João disse:

    O absurdo de impostos que pagamos levou o trabalhador para a informalidade e consequentemente para que queiram acabar com o nosso direito a aposentadoria. Tudo graças a essas "LEGALIDADES" JURÍDIC

  60. Brasil disse:

    Detalhe para "recursos próprios". O estado tem de ser devolvido ao povo brasileiro, definitivamente.

  61. Maria disse:

    E a viúva sempre pagando as contas das irresponsabilidades. Retrato de um judiciário sem vergonha, com o STF ensinando a lição.

  62. J_João disse:

    O pagador de impostos não é considerado brasileiro, a única função é pagar impostos para o poder público. Não temos classe que nos represente: não temos sindicato, OAB, partidos...

  63. João disse:

    Licenças prêmios que só servidores públicos tem. Uma excrescência! Mas um privilégio...

  64. jose disse:

    é legal, mas a IMORALIDADE dessa 'legalidade' e que nos ofende...não tem civismo, vergonha na cara e nem tampouco HONESTIDADE...triste brazzzzzzzil....

  65. Ayrton disse:

    Legalidade manipulada para interesses não republicanos = sem-vergonhice descarada. Um dia isso muda e sairemos desse submundo da civilização.

  66. valmor disse:

    Rondonia .....TERRA da Sangria.....Todo MUndo ta roubando....TERRA sem LEI.....So Elege Bandido....

  67. Nelson disse:

    Os abusos continuam dentro da legalidade.Tenho Vergonha do Poder Judiciário

  68. OBSERVADOR🇧🇷 disse:

    Desembargadores do Rio chegam a ganhar mais de 600 mil reais mensais!

  69. marcelo disse:

    O trabalhador paga licença prêmio e outras legalidades ao MP de Rondônia.. UAU é muito disparate se sentir ofendido por suas mordomias em relação ao assalariado que o paga. FALA SERIO RIQUINH

  70. Paulo disse:

    o problema é justamente esse: que é tudo dentro da legalidade!

  71. Coroinha disse:

    Chama-se corporativismo. Devia ser crime, mas nunca é.

  72. Arthur disse:

    A velha conversa dos safados...... ; pode ser legal mas é ABSOLUTAMENTE imoral, como todos os que recebem privilégios LEGAIS.....

  73. Tiago disse:

    Mama mais no dinheiro do estado que tá pouco. Arranca as teta