MP diz que pagamentos a promotores estão ‘dentro da legalidade’

Sobre a nota “Promotores de Rondônia podem ganhar até R$ 300 mil neste mês”, a assessoria do Ministério Público do estado enviou a seguinte nota a O Antagonista:

“O Ministério Público do Estado de Rondônia esclarece que as verbas indenizatórias recebidas por Procuradores e Promotores de Justiça e servidores, no mês de dezembro, não constituem parcela da remuneração mensal e são oriundas de direitos adquiridos acumulados ao longo dos anos, relativos a indenizações de férias e/ou licenças prêmios que não puderam ser gozadas no tempo oportuno, em razão do reduzido número de Membros para atender a grande demanda de processos e procedimentos em andamento na Instituição.

Salienta, ainda, que todos os pagamentos estão dentro da legalidade, e foram realizados com recursos próprios, sem necessidade de qualquer suplementação.

Tais informações estão disponíveis para conhecimento público, no Portal da Transparência do Ministério Público do Estado de Rondônia, nos termos da Resolução nº 89/2012 do CNMP.”

Brasil, 2019 — O seu guia para compreender o ano que vai sacudir a nação (e sobreviver a ele) AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 98 comentários
  1. Esse funcionalismo que recebe tudo ADIANTADO, como é que tem tanta verba atrasada para receber? É pura mentira, claro, só tonto não vê. O País não aguenta mais esses funcionários nababos pú

  2. No Brasil é muito conhecida a prática infeliz de inflacionar a previsão orçamentária anual para no fim do exercício distribuir as sobras ao invés de restituir ao Tesouro Público.

  3. Esses merd@s são muito cínicos ou pensam que o povo é idiota. É normal um FDP desses ganhar R$100 mil por mês enquanto um ministro do STF não tira mais de R$50, com todos penduricalhos.

  4. O trabalhador paga licença prêmio e outras legalidades ao MP de Rondônia.. UAU é muito disparate se sentir ofendido por suas mordomias em relação ao assalariado que o paga. FALA SERIO RIQUINH

  5. O pagador de impostos não é considerado brasileiro, a única função é pagar impostos para o poder público. Não temos classe que nos represente: não temos sindicato, OAB, partidos…

  6. O absurdo de impostos que pagamos levou o trabalhador para a informalidade e consequentemente para que queiram acabar com o nosso direito a aposentadoria. Tudo graças a essas “LEGALIDADES” JURÍDIC

  7. Rondônia é um dos estados com 98% da população na extrema pobreza. E seus outros 2% são de milionários juízes, políticos e promotores. Portanto, essa medida poderia até ser ‘legal’ mas é

  8. ¨RECURSOS PRÓPRIOS!!!!!!¨ eu não sabia que o tribunal de Rondônia, produzisse alguma riqueza. È nosso dinheiro seu babaca, tenha RESPONSABILIDADE para com a nação, já que não tens HONRA.

  9. “recursos próprios” Isso é um deboche!!!! Recursos de NOSSOS IMPOSTOS. Um Estado paupérrimo que depende de repasses para sobreviver mas para os URUBUS da capa preta, Farinha pouca meu pirão prim

  10. “Legalidade” é a desgraça do Brasil. Legalidade significa dentro da lei, lei que é feita num congresso que só cuida dos interesses pessoais de seus componentes. Portanto, após 16 anos de predom

  11. Engraçado,no Executivo o funcionário não pode acumular dois períodos de férias, mas como esses vagabundos do MP possuem recesso de 18 dias no final do ano e de 15 dias no meio do ano, pra que fé

  12. Senhores representantes do MP de Rondônia, por favor definam o que querem dizer com “recursos próprios”. Eles são próprios de quem? Dos procuradores? Do MP? Que falácia! Essa conversinha não e

    1. Se “recursos próprios” é uma justificativa, imaginem quanto poderia ser o salário de funcionários da Petrobras e do Banco do Brasil…

  13. O MP é menos transparente que o JUDICIÁRIO. Por ser o Fiscal da Lei, parece que a imprensa o considera um ícone da moralidade, mas não é. Ambos são drenos que sugam o dinheiro do povo.

  14. Essa máfia togada deveria ter VERGONHA de sair à rua! BASTA de privilégios! Isso é um acinte, um ultraje à nação em crise! Crise econômica e principalmente MORAL, causada por tipos como esses!

  15. Claro que não espero nada de melhor do novo presidente. Minha esperança são dos novos eleitos, que talvez mude as leis e faça a reforma tributária antes de falar em acabar com nossa aposentadoria

    1. Flávio, com todo respeito… Não sou idiota e cego… Esperar o quê se o próprio Jair fala em fatiar a reforma da previdência sem ao menos tocar nos abusos dos 3 poderes?

  16. Para eles existem os direitos adquiridos e tudo esta dentro da legalidade, igual os políticos quando dizem que esta dentro da lei, tudo claro legislado em causa própria e hoje usufruem delas.

  17. Os desvios legais são piores que os ilegais. São muito maiores em volumes (5 bi de auxilio moradia) e não temos como impedir a realização porque somos uma república com diversos cônsules.

  18. Olha, sei como é. Esse negócio do funcionário vender férias, na desculpa de que não pode tirar férias por aumento do trabalho, é penduricalho inteligente. Não trabalham 6 horas por dia.

    1. Se a lei garantir qualquer auxílio para juízes ou políticos, deverá ter dinheiro para dar os mesmos benefícios para todo e qualquer brasileiro. São ladrões mesmo.

    2. não são legais porque fere o art. 5 da constituição: todos somos iguais perante a lei, independente de qualquer natureza. Não se pode criar mecanismos para dar privilégios a uma classe.

  19. m quase todos os estados, juízes, funcionários e membros do MP não gozam as férias integrais, porque elas são excessivas e, por não necessitarem de tanto descanso, as vendem. E sem pagar IR.

  20. “legalidade” entende-se como o mecanismo produzido para assaltar famílias pobres pagadoras de impostos. Essa”legalidade” tem o mesmo poder se uma arma na mão de assaltante: imobilizar a vítima.

  21. Nosso funcionalismo é a real causa do desequilíbrio financeiro do País..O roubo é legalizado, só o judiciário em 2017 R$72,8 bilhões… Não existe dinheiro publico, o dinheiro é do pagador de

  22. Vergonhosamente imoral. Nós, povo brasileiro, verdadeiros donos do erário, não queremos mais isso. É aviltante contra todos os trabalhadores brasileiros, que tbe disk o sangue e dobram a jornada.

  23. O MP de Rondonia participa da defesa de Aecio Neves? a nota e tao ridicula quanto as do Aecio quando saiu uma noticia dele.legal ou nao , nao torna o ato menos infame. Devem ter mesmo assessor.