ACESSE

Justiça aceita denúncia contra youtuber bolsonarista por calúnia e lesão corporal

Telegram

A youtuber Karol Eller e sua namorada Suellen Silva dos Santos foram denunciadas na Justiça por porte ilegal de arma e denunciação caluniosa. Karol ainda foi denunciada por lesão corporal.

Em dezembro do ano passado, Eller — conhecida nas redes por defender o governo Jair Bolsonaro — se envolveu em uma briga num quiosque na Praia da Barra da Tijuca. Inicialmente, a polícia apurou se a agressão foi motivada por homofobia.

De acordo com denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro, “após ostentar, sem o necessário porte legal, uma arma emprestada por sua namorada no calçadão da praia da Barra”, Karol discutiu com o supervisor de manutenção Alexandre Silva, e os dois se agrediram.

Segundo o MP, com base em um laudo assinado por um legista responsável pela investigação, a gravidade da lesão causada em Karol foi provocada por um tombo que a bolsonarista sofreu depois da briga.

“Da própria análise das câmeras de vídeo e dos depoimentos dos funcionários que estavam no local, constata-se que as agressões físicas se iniciaram por parte de Karol. Ela corre em direção a Alexandre para agredi-lo. A partir dessa primeira agressão, ele passou a agir acobertado pela excludente da ilicitude de legítima defesa”, diz trecho da denúncia.

Leia mais: O DNA da corrupção: “Se gritar pega Centrão, não fica um meu irmão”

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 72 comentários