MP entra com ação por improbidade contra Jaques Wagner

A Procuradoria da República em Brasília entrou com uma ação civil pública contra Jaques Wagner, informa o G1.

Ele é acusado pelo Ministério Público de suposta atuação indevida na nomeação do segundo-tenente músico do Exército Jeferson da Silva Figueiredo, marido da ex-ministra Ideli Salvatti, para um cargo do governo brasileiro em Washington, em 2015.

“O MP pede, além da condenação por improbidade de Jaques Wagner e do músico, ressarcimento ao erário, perda da função pública e suspensão dos direitos políticos por cinco anos e pagamento de multa, cujo valor não foi especificado e pode ser definido ao final da ação caso haja condenação”.

Comentários

  • JOSÉ -

    Prescreve em. 5 anos essas punições.

  • celso -

    E a safada e corrupta ex senadora que pediu o mimo??

  • Daisy -

    Perfeito! Pelo menos, para começar...

Ler 29 comentários