MP investiga PMs por entregas de propina da Odebrecht

O Ministério Público de São Paulo instaurou hoje um inquérito civil para investigar a conduta de PMs envolvidos no transporte de propina da Odebrecht, informa o Estadão.

Os PMs admitiram à força-tarefa da Lava Jato ter trabalhado na transportadora de valores usada pela empreiteira para entregar dinheiro de propina e caixa 2 a políticos na capital paulista entre 2010 e 2015.

Pelo menos sete PMs da ativa e aposentados prestaram serviço à Transnacional, usada pelo doleiro Álvaro Novis para fazer os repasses ilícitos da Odebrecht, relata o jornal paulistano.

Seis deles estavam na ativa em 2014, quando foi feita a maior parte dos pagamentos.

Será que o governo está no caminho certo? LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Aparecida disse:

    RW0gc2UgdHJhdGFuZG8gZGUgU1Agc29tZW50ZSBlc3NlcyBQTXMgc2Vy428gaW52ZXN0aWdhZG9zIGUgcHVuaWRvcy4uLi4uT3UgbuNvLi4uLi4u

Ler comentários
  1. So disse:

    UE1zLi4uIGVzdGFkbyBkZSBTUC4uLiBhZ29yYSBxdWUgdGVtIGdlbnRlIGRvIGJpY28gZ3JhbmRlIG5vIG1laW8uLi4=