MP pede a prisão preventiva de Walter Delgatti

MP pede a prisão preventiva de Walter Delgatti
Foto: Reprodução/redes sociais

O Ministério Público Federal (MPF) pediu a prisão preventiva de Walter Delgatti Neto, apontado como o líder do grupo denunciado na Operação Spoofing, após ele descumprir medidas cautelares, como por exemplo, ter acesso à internet.

Em um dos episódios de descumprimento de medida judicial, o MPF cita uma entrevista concedida por ele no dia 16 de fevereiro último para o site Brasil 247, justamente por meio da rede mundial de computadores. “A principal razão dessa proibição (não ter acesso à internet) é, justamente, o fato de que Walter utilizava desse ecossistema para o cometimento dos crimes habituais, como meio criminoso de vida”, defende a procuradoria.

“Ao violar, novamente, o sigilo e a privacidade de suas vítimas, Walter demonstra que continua a praticar condutas não condizentes com o compromisso assumido quando revogada a prisão preventiva a qual estava sujeito”, descreve o MPF.

Leia mais: Crusoé revela documentos de leniência que a holding JBS omitiu da Justiça. Há ainda novos detalhes de repasses feitos a ministros do atual governo e ao Instituto Lula.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO