ACESSE

MP pede que Gilmar não dê HC a prefeito dos R$ 80 mil na panela

Telegram

Em manifestação a Gilmar Mendes, o sub-PGR Edson Oliveira de Almeida afirmou que o MPF “opina pelo não conhecimento” de habeas corpus a Átila Jacomussi (PSB), o prefeito preso de Mauá, informa o Estadão.

Jacomussi foi um dos alvos da Operação Prato Feito. Em 9 de maio, a PF apreendeu R$ 80 mil em espécie dentro de uma panela na cozinha da casa do prefeito.

A Prato Feito foi deflagrada para desmontar um esquema de desvios de verbas da merenda escolar em 30 prefeituras paulistas.

O prefeito de Mongaguá, o tucano Artur Parada Prócida, também foi pego na operação. A polícia encontrou em sua casa R$ 4,6 milhões e US$ 216 mil em dinheiro vivo.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 8 comentários