ACESSE

MP-RJ: Coaf repassou "espontaneamente" dados de Flávio Bolsonaro

Telegram

Em entrevista à imprensa, o procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem, rebateu afirmação de Flávio Bolsonaro de o Ministério Público estadual teria quebrado irregularmente seu sigilo bancário.

“Se alguém cometeu alguma quebra de sigilo, alguma irregularidade, definitivamente não foi o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, e sim o Coaf, que repito, encaminhou ao MP essa documentação espontaneamente, de ofício, através do protocolo que existe entre as agências de inteligência”.

Renan promete barrar os planos de Sergio Moro. Confira agora

Comentários

  • Sergio -

    Bolsomininions incoerentes. No caso do ministro Gilmar Mendes aplaudiam a truculência. No caso do "garoto" ficam esbravejando. Dois pesos ,duas medidas.

  • Jaci -

    O MP RJ e a Globo serão responsabilizados pela divulgação ilegal do sigilo do senador Flávio Bolsonaro. Aguardem.

  • Frederico -

    Feliz, a biofeminista é travecão do PSDB.

Ler 187 comentários