MP vai desmontar as imposturas de Lula

Durante o julgamento de Lula no TRF-4, o procurador Maurício Gerum terá 30 minutos de tempo para desmontar as imposturas propagadas pela ORCRIM.

Segundo o Estadão, ele “vai atacar a tese de que Sergio Moro não é o juiz natural do caso”.

Em seu parecer, o procurador já havia demonstrado que “há nexo causal entre a conduta do réu e os crimes praticados em detrimento da Petrobras”, citando as provas da Lava Jato.

“Gerum entende que os contratos da OAS com a Petrobras nas obras da Repar e Rnest configuraram crimes de corrupção (…). A OAS pagou R$ 87,6 milhões em propinas, sendo R$ 16 milhões a agentes do PT e ao partido.

Desse ‘caixa geral’ aos petistas – como chamou o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, em colaboração espontânea no processo – R$ 2,2 milhões foram usados para reformar e equipar o apartamento 164-A, do Edifício Salina, Condomínio Solaris, do Guarujá, para Lula.”

 

Comentários

  • RONALDE -

    Em compensação não quer a prisão do Lula. Vai ficar solto perambulando pelo Brasil e arrotando mentiras.

  • contribuinte -

    Seja como for, o MPF já provou que trabalha mal. Os acordos são vergonhosos. Várias denúncias meia-boca. E ainda promoveram a palhaçada com Dom Michel, conseguindo inviabilizar a reforma da previdência, pronta para ser aprovada. Temiam o próximo assunto da pauta: os privilégios ilegais de MP e Judiciário.

  • Brasileiro -

    FORZA MP do TRF-4!!!!!!!!!

Ler 41 comentários