Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

MPF abre inquérito sobre omissão do Conselho Federal de Medicina na pandemia

Investigação trata do "uso indiscriminado do tratamento precoce com medicamentos sem nenhuma evidência científica sobre seus benefícios"
MPF abre inquérito sobre omissão do Conselho Federal de Medicina na pandemia
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O Ministério Público Federal abriu inquérito para investigar a omissão do Conselho Federal de Medicina (CFM) sobre o uso do chamado “kit Covid” durante a pandemia. O procedimento foi instaurado a partir de representação do cardiologista Bruno Caramelli, professor da USP, que aponta o apoio do conselho ao “uso indiscriminado do tratamento precoce com medicamentos sem nenhuma evidência científica sobre seus benefícios”.

Segundo o Globo, a Procuradoria da República em São Paulo avalia, com base em informações preliminares, que “os autos em tela possuem diversos argumentos indicativos de uma atuação possivelmente irregular do CFM”.

Na semana passada, a Defensoria Pública da União (DPU) ajuizou uma ação civil pública pedindo que o CFM seja condenado ao pagamento de R$ 60 milhões por danos morais coletivos, por sua parcela de responsabilidade no resultado do enfrentamento à pandemia. Nesta semana, a CPI da Covid transformou em investigado o presidente do CFM, Mauro Ribeiro (foto), acusado de agir de maneira conivente com o negacionismo do governo Bolsonaro.

Mais notícias
TOPO