ACESSE

MPF cobra 9,3 bi do BNY Mellon

Telegram

O procurador Luiz Costa, do MPF em São Paulo, propôs ação civil pública para que o BNY Mellon pague à Postalis um total de R$ 9,3 bilhões.

Desse total, R$ 6,2 bilhões seriam referentes ao valor estimado dos investimentos feitos com recursos do fundo de pensão dos Correios. O restante é indenização por dano moral e restituição das taxas de administração.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 21 comentários