MPF cobra da Saúde medidas “urgentes” contra falta de oxigênio e kit intubação

MPF cobra da Saúde medidas “urgentes” contra falta de oxigênio e kit intubação
Foto: Prefeitura de Jundiaí

O MPF pediu ao Ministério da Saúde “providências urgentes” para conter o desabastecimento dos medicamentos do “kit intubação” e oxigênio medicinal no Rio Grande do Norte, Piauí, Pará e em Montes Claros (MG).

Os ofícios foram enviados ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, pelo Giac-Covid19, grupo de trabalho do Ministério Público Federal.

No caso do Rio Grande do Norte, o Giac aponta que a rede municipal de Natal está com os estoques dos remédios do kit intubação zerados.

O MPF pede ainda o envio imediato, em caráter emergencial, de 500 cilindros de oxigênio medicinal para o Piauí. No caso do Pará, o grupo anexou documentação do Hospital D. Luiz I da Sociedade Portuguesa Beneficente que aponta a iminente a falta do kit intubação.

 

Leia mais: Crusoé revela documentos de leniência que a holding JBS omitiu da Justiça. Há ainda novos detalhes de repasses feitos a ministros do atual governo e ao Instituto Lula.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO