MPF contabiliza 935 investigações paradas por decisão de Toffoli sobre Coaf

Levantamento do MPF contabiliza 935 investigações paralisadas em todo o país em consequência da decisão de Dias Toffoli que suspendeu os procedimentos abertos com base em relatórios do antigo Coaf, informa Aguirre Talento em O Globo.

Os dados foram contabilizados pelas 2ª, 4ª e 5ª Câmaras do MPF, órgãos de coordenação e revisão das áreas criminal, de meio ambiente e de combate à corrupção.

As câmaras também produziram uma nota técnica solicitando ao STF que reconheça a legalidade da atuação da UIF –o novo nome do Coaf– ao enviar relatórios de inteligência ao MP e à PF antes de ocorrer a quebra de sigilo judicial.

O 'irmão problema' — e a delação (parcialmente) arquivada. SAIBA MAIS AQUI

Para os procuradores que assinam o documento, os relatórios da UIF não configuram quebra de sigilo bancário indevido.

Comentários

  • Alvaro -

    Desculpe perguntar: nao se trata de obstrução da justiça?

  • Kalá -

    Pena ?

  • Rogemon -

    Impossível manter-se uma situação onde uma só pessoa coloca em risco a vida de milhões de brasileiros. E esses doisfilhosdaputaque presidem o congresso nada fazem. Cannallhas. Todos eles! Malddit

Ler 31 comentários