MPF denuncia 15 na Operação Abismo

O Ministério Público Federal em Curitiba apresentou nova denúncia contra 15 pessoas envolvidas no esquema de desvios de recursos públicos nas obras do Cenpes, o centro de pesquisas da Petrobras.

O esquema foi desbaratado na Operação Abismo e tem como principais denunciados o ex-tesoureiro do PT Paulo Ferreira, o ex-presidente da OAS Leo Pinheiro, além do ex-diretor da estatal Renato Duque e o operador Adir Assad.

Segundo o MPF, as empresas OAS, Carioca Engenharia, Schahin, Construbras e Construcap pagaram mais de R$ 20 milhões em propinas para dirigentes da estatal e do PT.

As obras custaram R$ 1 bilhão.

Faça o primeiro comentário