MPF denuncia Sérgio Cabral pela 22ª vez

A força-tarefa da Lava Jato no Rio denunciou hoje –pela 22ª vez– Sérgio Cabral, desta vez por corrupção, no âmbito da Operação Jabuti, deflagrada em fevereiro.

Outras 11 pessoas foram denunciadas, entre elas Orlando Diniz, o ex-presidente da Fecomércio do Rio, por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Preso desde o mês passado, Diniz é acusado de desviar pelo menos R$ 10 milhões dos cofres públicos. Ele cuidava de um orçamento anual de cerca de R$ 1 bilhão.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 9 comentários
  1. Se a população cobrar e fiscalizar podemos fazer justiça sim.O povo precisar tomar posse do seu poder. Que o Sergio Cabral e seu comparsa Orlando Diniz paguem por todo o mal causado a pessoas inocentes, vitimas da gananância deles.Quanto tempo vai levar para a justiça corrigir todos os feitos desta corja???#queremosnossosempregosdevolta

  2. Não se preocupa não, malandro. Logo, logo, vc vai ser solto. Escolhe. Por hora tem o gilmar mendes , o ptofile, o levandovski, o marco aurelio melo e tb a anulação da prisão em 2a, instância. Malandro, pode tb fazer um sorteio, de repente é mais fácil, porque de um jeito ou de outro eles vão soltar vc.