ACESSE

MPF faz aditivo em delação de empreiteiro por recursos contra o coronavírus

Telegram

A força-tarefa da Lava Jato em SP fez um aditivo na delação do empreiteiro Roberto Capobianco para substituir a pena de prestação de serviços pelo repasse de R$ 150 mil reais e pela doação de 25 mil litros de álcool ao governo paulista.

O objetivo é ajudar no combate ao novo coronavírus. A delação de Capobianco foi homologada em abril de 2018 e utilizado na denúncia contra Paulo Preto e outras nove pessoas por corrupção e lavagem de dinheiro.

Leia AQUI a reportagem de Fabio Leite na Crusoé.

Leia também: Bom jornalismo: a sua proteção contra as fake news. Entenda

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler comentários