MPF investiga aglomeração em base da Marinha no Rio

O Ministério Público Federal abriu uma investigação para apurar possíveis aglomerações em uma base da Marinha no Rio de Janeiro.

Militares do Centro de Instrução Almirante Alexandrino disseram ao G1 que o quartel tem desrespeitado os protocolos contra a Covid.

Imagens enviadas ao portal mostram alojamentos lotados, militares sem máscara e desrespeito ao distanciamento.

As aglomerações acontecem em todos os espaços: alojamento, banheiros, refeitório, sala de aula, tanto nos cursos de sargento como de cabo”, disse um militar à reportagem.

A Marinha nega as acusações.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO