MPF nega pedido de Flávio para mudar data de acareação com Marinho

O MPF negou o pedido de Flávio Bolsonaro para mudar a data de sua acareação com Paulo Marinho na investigação do suposto vazamento da Operação Furna da Onça, informa a GloboNews.

O filho 01 de Bolsonaro não era investigado na Furna da Onça, mas foi o relatório produzido no âmbito da operação que detectou a “movimentação financeira atípica” de Fabrício Queiroz, seu assessor na Alerj na época em que o senador era deputado estadual no Rio.

Ex-bolsonarista e hoje pré-candidato do PSDB à prefeitura do Rio, Marinho disse ter ouvido do próprio Flávio que um delegado da PF havia vazado informações da operação –o que o senador nega.

A acareação está marcada para 21 de setembro. A defesa de Flávio alega que ele não comparecerá porque, por lei, parlamentares têm direito a marcar dia, local e hora de seus depoimentos.

Leia mais: EXCLUSIVO: SAQUES DE QUEIROZ, DEPÓSITOS PARA FLÁVIO BOLSONARO
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 63 comentários
TOPO