MPF pode embarreirar delação de Palocci

Telegram

O Antagonista apurou que o MPF não está nada feliz com o acordo de colaboração de Antonio Palocci com a Polícia Federal.

Os procuradores negociaram durante meses, mas resolveram suspender as conversas diante da resistência do italiano em revelar fatos sobre diversos temas relevantes.

Um dos principais trata do butim que o PT teria escondido em paraísos fiscais. Palocci não quis falar também da atuação de seus irmãos Adhemar e Pedro. Tampouco entregou provas que dizia ter sobre tubarões do sistema financeiro e autoridades do Judiciário.

O FIM DOS AMIGOS DA ONÇA NO PLANALTO. LEIA AQUI

Como O Antagonista revelou mais cedo, a delação firmada por Palocci com a PF se limitou a crimes envolvendo pessoas sem foro privilegiado.

Caberá a Sergio Moro homologar a delação do Italiano, mas o MPF não vai deixar barato.

Comentários

  • Creso -

    MP - MPF - STF - STJ - AGU - TCU - Coaf - Receita Federal - Banco Central - PF - as Instituições do Brasileiras estão funcionando e as malas de dinheiro aos montes. Esse é o Brasilsilsilsilsil !

  • Cricri -

    Provas contra magistrados é perder tempo e recursos. Os conselhos, que num Estado mais sério poderiam ser um só, não têm o menor apetite em enquadrar os magistrados e procuradores. Eliana Calmon, com a brilhante caracterização "bandidos de toga" que o diga.

  • Cris -

    ... provas contra tubarões do financeiro e autoridades do judiciário!!!! será que tem alguém ou alguns envolvido(s) do supremo? Fala Palocci

Ler 126 comentários