ACESSE

MPF pretende pedir rescisão do acordo de Emilio Odebrecht

Telegram

Quando os procuradores da Lava Jato fazem uma pergunta a Emilio Odebrecht, ele sempre responde:

“Não lembro, não sei, já falei tudo”.

Ao término do processo, os benefícios e a eficácia do acordo terão de ser reavaliados, e o MPF pretende dizer ao ministro Edson Fachin que Emilio Odebrecht não colaborou com os investigadores.

Nesse caso, o caminho mais provável é a rescisão de sua delação premiada, com a consequente perda dos benefícios.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 36 comentários