MPF quer Nuzman de volta à cadeia

Em parecer enviado ao STJ, o MPF defendeu que Carlos Arthur Nuzman volte a cumprir prisão preventiva.

O ex-presidente do Comitê Olímpico do Brasil foi preso em outubro, acusado de participar da compra de votos para a escolha do Rio como sede da Olimpíada de 2016. Hoje cumpre prisão domiciliar graças a liminar do STJ, que vai julgar o mérito do caso nesta terça (27).

Escreve O Globo: “O subprocurador-geral da República, Rogério Paiva Navarro, defende que o restabelecimento da prisão preventiva é a única medida eficaz para evitar que Nuzman elimine provas e prejudique as investigações”.

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 6 comentários
  1. ““Em seu celular, a PF encontrou diversas trocas de mensagens com o ministro do Supremo, Dias Toffoli, relator da Custo Brasil e responsável pela libertação de Paulo Bernardo.”

    https://www.oantagonista.com/brasil/advogado-de-lula-foi-contratado-para-resolver-problema-politico-do-jabuti/