MPF queria restringir ‘caravanas de Lula’

O juiz Ricardo Leite rejeitou o pedido do MPF para que Lula fosse proibido de deixar São Bernardo do Campo, ou região metropolitana de São Paulo, sem prévia comunicação à Justiça.

Seria uma forma de restringir as caravanas eleitorais do petista. Valeu a tentativa, rapazes.

Reveja a íntegra da decisão do magistrado revelada por O Antagonista.

Exclusivo: a íntegra da decisão que proibiu Lula de deixar o país

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 7 comentários
  1. Reter o passaporte é o que o juiz poderia fazer. Impedir a locomoção pelo País, embora sensato, MP pede o que quer, seria discutível. Agora, se Lula ameaçar fugir, será preso antes do processo de Porto Alegre terminar. Lá fora, dependendo do País, não seria fácil o seu retorno. Foi muito bem o juiz.

  2. O MPF está com a razão. Onde é que já se viu um bandido condenado a fazer discursos pelo país, inflamando as populações contra a lei e a ordem, que ele garante que não respeitará. O problema é que só a prisão restringe o direito de ir e vir e o condenado continua solto.